quarta-feira, 14 de abril de 2010

AI, MÃE....



"SAUDADE É QUANDO O MOMENTO TENTA FUGIR DA LEMBRANÇA
PARA ACONTECER DE NOVO E NÃO CONSEGUE."

(Adriana Falcão)


Ai, mãe...
Hoje acordei sentindo tanto a sua falta que até agora não consegui parar de chorar...
Está me doendo saber que nunca mais vou poder sentir seu beijo de novo...
Me dói saber que , por mais que eu tenha pessoas ótimas ao meu redor, nunca mais vou ter amigo algum que se compare a você...
Dói querer ouvir a sua gargalhada e só ouvir o vazio...
Me dói saber que nunca vou confiar tanto em alguém o quanto eu confiava em ti...
Dói saber, que ninguém, nunca, vai me amar tanto, se importar tanto, ser tão fiel e tão leal á mim quanto você era....Ninguém nunca me será tão sincero (mesmo que isso fosse me doer), como você foi comigo...
Ninguém nunca, por mais que tente, irá conseguir...
Dói muito saber que você tinha todas essas qualidades, mas que você não está mais aqui...
Sei que você está sempre comigo...me abençoando, orando por mim, protegendo os meus caminhos, mas a saudade é tanta, dói tanto, que ás vezes, tenho vontade de morrer também, só para poder abraçar você de novo e ter de volta a minha maior e melhor amiga.
A melhor pessoa que já fez parte do meu mundo!!!!
Te amo...Sempre!!!

4 comentários:

Luiz N. Vieira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Luiz N.Vieira disse...

Maravilhoso o sentido da escrita, revelam nossos sentimentos...Sei perfeitamente oq sentes....
no Coração comporta saudades....abraços
Luiz

Jair Gabardo. disse...

Cheiro e toque de mãe não passa, fica no olfato fica entre a pele.

Chegar em casa e dar aquele abraço na minha "Nega" e me alegrar por tê-la.

Lindo texto.
Forte Abraço,

Jair Gabardo
www.paraquefiquem.blogspot.com

A moça disse...

Caramba... fiquei lendo e lendo... lembrando da minha mãe. Acho que dizia a ela suas palavras enquanto as lia.

A dor com o tempo passa, mas a saudade... essa é eterna.

bjo, moça.