sábado, 5 de fevereiro de 2011

FEITO CRIANÇA...




"NESTA VIDA PODE-SE APRENDER TRÊS COISAS DE UMA CRIANÇA:
ESTAR SEMPRE ALEGRE, NUNCA FICAR INATIVO,
E CHORAR COM FORÇA POR TUDO AQUILO QUE SE QUER."

(Paulo Leminski)



Dias atrás estava observando uma criança na rua, em frente a minha casa...
Ela deveria ter uns 3 anos, no máximo.
Estava um dia feio, frio e cinza. Eu estava meio mal humorada por estar em casa, sem nada de interessante para fazer, meio de mal com o mundo, com dor de cotovelo, saudade, então preferi ficar em casa...quietinha, na janela...
Foi aí que vi essa criança.
O pai parado ao lado amparando-a, quase com a mesma cara de tédio que a minha.
Mas a criança não. Ela estava correndo atrás de uma dessas sacolinhas plásticas, que o vento levava de um lado á outro, cheia de ar.
Ela tinha um sorriso enorme escondido atrás de sua chupeta.
E ainda por cima, gargalhava. Pegava a sacolinha, soltava, pulava e gargalhava. Na corridinha, acabou levando um pequeno tombo. Achei que fosse chorar. Que nada!!! Ela colocou a mãozinha no chão, empinou a bumbum e sorriu para o pai e disse: 'Caiu'. E mais uma vez, gargalhou e continuou correndo atrás da sacola.
Nesse dia, fiquei pensando: 'Como as crianças se satisfazem com pouco, né ?' Uma simples sacolinha plástica de supermercado fez a alegria daquele serzinho que não sabe nada da minha saudade, da minha chatice, do meu tédio.
E fiquei pensando que deveríamos ser como as crianças.
Não sair correndo atrás de uma sacolinha, mas ver na simplicidade uma grande oportunidade de sorrisos.
Ver no tropeço, uma oportunidade de levantar e continuar perseguindo meu desejo. Gargalhando!!!
Dar à uma tarde cinza, um colorido que só eu vejo. E gargalhando.
Tudo bem que as crianças não tem um terço das preocupações que existem na vida de um adulto. Mas o quê, você e eu, ganhamos em ficar de bico, no tédio ??? Ganhamos MAIS TÉDIO.
Acho que o segredo das crianças é fazer de cada movimento, de cada minuto, de cada vento, de cada tombo, uma oportunidade de aprender. As crianças estão aprendendo a vida. E isso que as faz leves, sinceras e espontâneas. Elas não tem nada a perder. Nada sabem. Mas se a gente prestar bem atenção nelas, tudo nos ensinam!!!"

(Estive meio afastada do blog, por várias coisas que aconteceram na minha vida.
Nesse tempo acho que tive muito assunto para postar aqui no blog, mas me dei o direito de somente sentir. Para me analisar. Não externei nada que senti. Mas doeu bem mais.)

Beijos á todos!!!

5 comentários:

Í.ta** disse...

bonita crônica. com um ritmo muito bom de leitura! parabéns.

Daíse disse...

As crianças são nossos melhores professores !!!
Bjo!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Relato muito bem coordenado e que pode levar à reflexão. É aquela história minha amiga: é vivendo e aprendendo.

Beijos e ótimo domingo pra ti e para os teus.

Furtado.

Jair Gabardo. disse...

Que doce.
Difícil olhar mais, um certo além quando estamos em um estado ruim, olhar pela janela e ver em algo simples uma oportunidade de ser melhor, de viver melhor.
Não sou fã de crianças, algo mais ligado a minha maneira pessoal de ser, mas acredito nelas e creio ainda mais Nalva que essa vida sempre tem algo para nos mostrar, para nos fazer bem.
Sobre suas impressões mais íntimas, cabe a você trabalha-las e organiza-las (algo que nunca vamos ter por completo organizado) suas emoções.
Em quanto a ar que haja mudanças e reflexões sempre. Haja sempre aprendizado e oportunidades em sermos melhores. MELHORAS sem um conceito único de verdade.
Sua MELHORA sua própria VERDADE.

Sempre bom passar aqui.
Espero sua visita no Para que Fiquem hem!rs

Abraço e uma ótima semana.

Jair Gabardo.
http://paraquefiquem.blogspot.com

Biiiii *-* disse...

Oiiiiii
Tudoo bom?
Também estive um pouco ausente, mais adoreii sua postagem como sempre, hoje vivi um momento semelhante ao seu, chegando no trabalho me deparei com um grupo de crianças que estavam indo fazer uma excursao, passou pela minha cabeça uma serie de coisas e me peguei por um acaso sorrindo.
Apesar de ter sido um momento tao rápido, me fez lembrar de como eu era feliz e nao sabia hgauahauhaua.
Beijoss e Boa semana!