domingo, 14 de março de 2010

" QUE SITUAÇÃO..."



"VOU CUIDAR DA MINHA SAÚDE...
POIS DA VIDA, JÁ TEM QUEM CUIDE!!!"

(Autor desconhecido)


Acabei de ver uma coisa tão tosca no Fantástico...
AFF!!!
Não é à toa, que o mercado da fofoca rende tanta grana, através de revistas, programas de tevê, sites e tudo mais.
Acho que muita gente acompanhou o caso sobre o jogador de futebol do Flamengo, Adriano, que teve um trelelê qualquer com a noiva durante essa semana.
Uma briga de casal pelo que eu entendi.
Um fato que acontece TODOS OS DIAS, COM ZILHÕES DE CASAIS NO MUNDO TODO!
Super normal...Quem nunca passou por isso???
Mas pensa só na situação do cara...simplesmente não pode tomar uns gorózinhos com os amigos, brigar com a mulher e fazer um barraco básico (que acontece até nas melhores famílias e PRINCIPALMENTE nas melhores famílias!), porque isso se torna pano pra manga suficiente para encher páginas e páginas de jornais durante uma semana.
E pior do que isso....
Ter que dar satisfações em rede nacional, em horário nobre sobre o caso.
É o cúmulo do cúmulo do cúmulo!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Fiquei constragida de ver o cara se 'explicando', expondo detalhes da intimidade dele com a mulher. Coisas que acontecem com todo casal....
O cara ter que dizer na tevê que a mulher determinou um horário para ele, que estourou esse prazo, mas ficou sem bateria no celular e que a mesma saiu, desarvorada e preocupada, atrás dele pela comunidade, é deveras, no mínimo, tosco!!!
Desculpa esfarrapada em rede nacional !!! KKKKKKKKKKKKK!!!!
Porque será que todo mundo se interessa TANTO pela vida alheia?
Porque a gente tem tanta curiosidade em saber o que acontece do lado de dentro das paredes do vizinho ???
Não tenho a menor idéia...
Apesar de, eu gostar muito de me manter bem informada e morar desde que nasci no mesmo bairro, sei somente o nome da GRANDE MAIORIA dos meus vizinhos.
Não sei onde trabalham, onde estudam, quem se separou, quem engravidou...Simplesmente, não sei (a menos que eles mesmo venham me contar ou alguma fofoqueira insistente venha me empurrar o fato goela abaixo! Afinal, porque tanta gente insiste em me contar coisas da vida de pessoas que eu nem sei quem são???)
Não me interesso em ficar colhendo informações sobre a vida dos outros.
Isso não quer dizer que não me dê bem com eles ou que sou antipática, mas prefiro sair para trabalhar e ficar só na base do 'Bom dia, tudo bem?' e esperar que eles digam o que querem me dizer, sem ficar perguntando
'E você, casou?'
'É verdade que seu marido te corneou?'
'Menina, ouvi dizer que seu filho está usando drogas. É sério?'
Não gosto de ficar xeretando assuntos que não me dizem respeito ou de dar motivos para falarem da minha vida (sei que falam mesmo assim!!!).
Respeito e quero o bem deles, mas prefiro deixar como está.
Sei quem são meus amigos e para quem a minha vida interessa.
E de quem a vida me interessa.
Dessas pessoas, faço questão de ter notícias frequentes.
Claro que quando ouço algum babado pegando fogo de madrugada, tipo briga de vizinho, polícia na região ou algo do tipo, também boto minha carinha na janela pra saber o que está acontecendo. Mas, não fico repassando informação! Vejo, guardo pra mim e sei que essas coisas são normais. Na minha casa também já teve quebra-pau, barraco, pratos quebrados e nunca dei o direito de ninguém vir me pedir satisfações ou perguntar o que aconteceu. Por isso, não me vejo no direito de perguntar nada ou me intrometer na vida de ninguém!
Cada um tem o direito de viver do jeito que quiser!
Eu sei o que é melhor para minha vida e você sabe o que é melhor para a sua!
Então, por isso, prefiro combinar assim:
Você cuida da sua, eu cuido da minha e o Adriano cuida da dele, ok?

Beijocas!

3 comentários:

Jair Gabardo. disse...

Como já dizia minha mãe, o que a falta de um boa louça suja para lavar faz!
Se concentrar na vida alheia é sinal de ociosidade e abandono do próprio eu.

Bjos, uma boa semana!

Jair Gabardo.
www.paraquefiquem.blogspot.com

Flowers disse...

Ah menina, sabe o que acho?
Surgiu uma nova profissão: tomar conta da vida das pessoas.
É...porque ganha-se muito dinheiro com isso...Os paparazzi que o digam...

Prefiro me ocupar da minha vida, já tenho muitos eventos para ter que me preocupar com a vida alheia...se Programa de Fausto, revistas de fofoca e os fofoqueiros de plantão da rua dependerem dos meus ouvidos ou olhos, vão morrer secos, rs...
Tô nem aí...

Se for pra ajudar, tô dentro, apontar o outro, enquanto três dedos apontam pra mim? que feio...Faço isso não!

Obrigada pela visita mais uma vez...
Sim, adoro TM...Tudo a ver com leitura, sonhos e alegrias...
Já leu TM em Palavras?

Muito bom...
beijocas

Tânia Meneghelli disse...

Pois é...

Concordo totalmente com esse post. Afinal de contas, o que interessa publicamente é se o cara joga futebol direito ou não, né? Se ele enche a cara da outra de bolacha o problema é deles.

Mas cabe uma observação em relação a isso. Tão lamentável quanto ficar escarafunchando a vida do outro foi a declaração do goleiro Bruno (Flamengo), em defesa do colega: "Quem nunca saiu na mão com a mulher?". Ah, fala sério, né? Esse também perdeu uma excelente oportunidade de ficar calado.

Beijoca!